Este é o Café Montréal. Ele funciona da seguinte forma: você entra quando quiser, escolhe uma cadeira e pega seu café. Enquanto estiver desfrutando-o, aproveite para relaxar. Você pode simplesmente acompanhar o movimento e ver o que se passa ou, se preferir, pode se aproximar e participar das conversas. Seja bem-vindo e volte sempre!!! Satisfação garantida!!!

Neve...!!!

Olá queridos amigos,

Pois é, essa noite ela chegou... ainda devagarinho, mas chegou...

Nevou durante a noite e hoje amanheceu tudo branquinho lá fora. Agora ainda está nevando...

Pela previsao do tempo hoje à tarde já vai parar um pouco mas ainda teremos um pouquinho de neve amanha e o próximo sábado.

Bom, entao decidi atualizar as fotos da nossa varanda:








Beijos e boa semana à todos!

Aninha
30/11/09

Vou sentir saudades...













Olá a todos,

Pois é, pessoal, estávamos bem sumidos esses últimos dias, mas o sumiço se deu por dois bons motivos:

1) estávamos estudando para os exames da Ordem dos Engenheiros, e

2) recebemos a visita da minha mamae...

E ontem chegou o dia da despedida, mas só hoje eu me dei conta de que vou tomar meu café da manha sozinha (pois o Lior já saiu pra Trois Rivières antes das 6 da matina) e que só vou ver minha mae pelo skype daqui a pouco...

Aí bateu uma saudade...mas uma saudade boa. Eu sei que ela adorou ter vindo e eu também..!!!

Bom, depois com calma, vamos postar sobre os 5 meses aqui, sobre as provas da OIQ e sobre as visitas...

Abraços a todos,

Aninha.
16/11/09

Ottawa donne l'heure juste aux immigrants



Publié le 12 novembre 2009 à 14h49
Cyberpresse


Malorie Beauchemin
La Presse


(Ottawa) Avant de devenir citoyen canadien, il faudra dorénavant connaître le mouvement souverainiste du Québec, le passé militaire du pays, les parties sombres de son histoire et l'importance de l'égalité entre les hommes et les femmes.


Le gouvernement conservateur de Stephen Harper a présenté, hier, un nouveau guide d'information qui vise à donner l'heure juste à ceux qui ont choisi le Canada comme terre d'accueil.«Le but de ce livre est d'éduquer les gens. Les nouveaux arrivants, mais aussi les Canadiens qui sont nés ici, pour renforcer la cohésion sociale et promouvoir l'intégration, a expliqué en conférence de presse le ministre de l'Immigration et de la Citoyenneté, Jason Kenney. Nous ne voulons pas d'un Canada fait de plusieurs communautés parallèles.»


Para reportagem completa.